4 de abr de 2016

Está Cristo dividido?

Jesus estava à mesa ensinando e servindo aos seus doze apóstolos, era uma ceia de páscoa. Mas, aconteceu algo muito curioso ali, que o evento, como sempre, muito bem registrado por Lucas, foi detalhado do capítulo 22 de seu livro.
Está Cristo dividido?No contexto, a igreja do passado, trás uma grande lição para a igreja desse século e, oremos (e vigiemos) para que não se repita nos séculos vindouros com a igreja do futuro.
O assunto não é fácil, pois trata de uma cultura milenar, deve-se ler e meditar “desarmadamente” e de forma “amadurecida”. Os apóstolos da BÍBLIA, também, DISPUTAVAM sobre quem era pioneiro, o mais líder, o mais sábio, ou “mais maior” no Reino de Deus, até que amadureceram na fé, e deixaram de fazer esse tipo de perguntas infantis ao Mestre!
Vejamos então o texto:
“E houve também entre eles contenda, sobre qual deles parecia ser o maior. E ele lhes disse: Os reis dos gentios dominam sobre eles, e os que têm autoridade sobre eles são chamados benfeitores.  Mas não sereis vós assim; antes o maior entre vós seja como o menor; e quem governa como quem serve. Pois qual é maior: quem está à mesa, ou quem serve? Porventura não é quem está à mesa? Eu, porém, entre vós sou como aquele que serve.” (Lucas 22:25 a 27)
Muito se fala na igreja do século 21, que “maior é aquele que serve”. Pois bem, muito se fala mesmo, no entanto, os fatos não acompanham a fala de nossas igrejas, não é mesmo?
Ora, não precisa se espantar, pois Jesus já explicou isso para os seus discípulos: “No plano original de Deus, no Gênesis, ele pensou primeiramente no estabelecimento de Seu Reino na terra, depois no estabelecimento de Sua Justiça, depois veio a esposa, depois a família (igreja contextual), depois Adão teve problemas em casa, e passou a trabalhar, depois outras coisas, etc e tal…
Repensemos também, que, O REINO de DEUS não se finda na família, nem numa célula, nem na igreja!! É óbvio que seja, então,  uma soma de “esforços comuns”. Portanto, não se trata de uma competição daqueles que tiveram a melhor, digamos , “ideia”, pois o Senhor Jesus, no “Dia do Seu Tribunal” (Rm. 14:10), não vai “prestar contas” sobre quem teve “a melhor idéia”. Ora, Reino de Deus não é festival de idéias, nem concurso público, não é verdade? Não foi isso que Ele ensinou aos apóstolos! Ele NÃO mandou DISPUTAR “reino humano” x “reino humano
“Mas tu, por que julgas teu irmão? Ou tu, também, por que desprezas teu irmão? Pois todos havemosde comparecer ante o tribunal de Cristo.” Romanos 14:10
Naquele Dia, Ele vai perguntar, simplesmente, se você “obedeceu” aquilo que Ele MANDOU fazer! REPENSEM Mudem as mentes humanas para uma mente de Cristo! DISPUTAR é característica de religiosos, OBEDECER é característica de filhos de Deus!
O Apóstolo Paulo, chamou a atenção da igreja de Corinto também naquele século I, a fim de tratar sérios problemas que tinham aparecido na igreja, logo em sua segunda viagem missionária. Ele fundou a igreja de Corinto no ano 50, d.C.. Seis anos mais tarde, Paulo, já estava em Éfeso quando alguns membros da casa de Cloe (membros desta igreja), levaram até Paulo, que já estava em Éfeso, um relatório de problemas sobre, porque estava havendo “extremo desafio” ( no grego, contendas). Mas, estas coisas estavam acontecendo em nome da “inteligência” (ou “sabedoria” para os gregos), e, não em nome de Jesus! Se fosse para Deus ser encontrado apenas por meio da sabedoria humana, Deus seria acessível apenas a uma classe social de elite. Mas, este não é o plano de Deus. A cultura de Deus é de um Reino Inabalável, Perpétuo, Indivisível e Eterno. O incentivo de Deus é para glorificar a Ele ( que é Santo), e não ao homem (pecaminoso). Deus não divide a glória Dele com ninguém, amados!
Senão vejamos. Vamos ler o texto de I Cor. 1:10-13:
“Rogo-vos, porém, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que digais todos uma mesma coisa, e que não haja entre vós dissensões; antes sejais unidos em um mesmo pensamento e em um mesmo parecer.  Porque a respeito de vós, irmãos meus, me foi comunicado pelos da família de Cloé que há contendas entre vós.  Quero dizer com isto, que cada um de vós diz: Eu sou de Paulo, e eu de Apolo, e eu de Cefas, e eu de Cristo.  Está Cristo dividido? foi Paulo crucificado por vós? ou fostes vós batizados em nome de Paulo?”
CONCLUSÃO
Concluo, então este pequeno estudo bíblico com a mesma reflexão que Paulo deixou no ar aos Coríntios, a qual cabe, sobretudo aos líderes da igreja cristã pós-moderna em nossa nação:
Igreja do Brasil, Está Cristo dividido?
Por Claudio Santos


Nenhum comentário :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...