16 de fev de 2017

SEM MOTIVOS PARA PECAR

Resultado de imagem para PECAR





Gn 39.1-12
“José havia sido levado para o Egito, onde o egípcio Potifar, oficial do faraó e capitão da guarda, comprou-o dos ismaelitas que o tinham levado para lá. 
2 O SENHOR estava com José, de modo que este prosperou e passou a morar na casa do seu senhor egípcio. 
3 Quando este percebeu que o SENHOR estava com ele e que o fazia prosperar em tudo o que realizava, 
4 agradou-se de José e tornou-o administrador de seus bens. Potifar deixou a seu cuidado a sua casa e lhe confiou tudo o que possuía. 
5 Desde que o deixou cuidando de sua casa e de todos os seus bens, o SENHOR abençoou a casa do egípcio por causa de José. A bênção do SENHOR estava sobre tudo o que Potifar possuía, tanto em casa como no campo. 
6 Assim, deixou ele aos cuidados de José tudo o que tinha, e não se preocupava com coisa alguma, exceto com sua própria comida.José era atraente e de boa aparência, 
7 e, depois de certo tempo, a mulher do seu senhor começou a cobiçá-lo e o convidou: “Venha, deite-se comigo!” 
8 Mas ele se recusou e lhe disse: “Meu senhor não se preocupa com coisa alguma de sua casa, e tudo o que tem deixou aos meus cuidados. 
9 Ninguém desta casa está acima de mim. Ele nada me negou, a não ser a senhora, porque é a mulher dele. Como poderia eu, então, cometer algo tão perverso e pecar contra Deus?” 
10 Assim, embora ela insistisse com José dia após dia, ele se recusava a deitar-se com ela e evitava ficar perto dela.
11 Um dia ele entrou na casa para fazer suas tarefas, e nenhum dos empregados ali se encontrava. 
12 Ela o agarrou pelo manto e voltou a convidá-lo: “Vamos, deite-se comigo!” Mas ele fugiu da casa, deixando o manto na mão dela.”
Introdução

Foi constatado uma vez, através de pesquisa, que de cada três pessoas, uma é feia. Será verdade?

Vamos verificar: olhe para a pessoa ao seu lado direito e repare como ela é bonita... repare os olhos, os traços do rosto, a boca... diga assim prá ela: “É, você é bonita(o)!”
Agora, olhando para a pessoa ao seu lado esquerdo, faça a mesma coisa: repare como ela é bonita... observe os olhos, os traços do rosto, da boca... e diga assim: “É, você também é bonita(o)!”
Então vamos lá: você, uma... a pessoa à sua direita, duas... a pessoa à sua esquerda, três... a pesquisa diz que de cada três pessoas, uma é feia... mas se à do lado direito é bonita e do lado esquerdo é bonita, então, quem é a feia?
Não, não é verdade... você não é feio... feio é o pecado... você é lindo!
O pecado é que é a coisa mais feia, mais trágica que existe... no entanto, como somos atraídos para ele! Como somos tentados a cometê-lo!
O pecado é a coisa mais trágica porque nos separa de Deus, e separados de Deus, não há como sermos salvos, felizes, bem sucedidos, ajustados ou saudáveis.
E uma das principais estratégias que o diabo usa para nos levar à prática do pecado é produzir o sentimento de feiúra em nós, de incapacidade em nós.
Ele diz: “Você é incapaz... você é incorrigível... não tem jeito para você”.
E nós mesmos, começamos a acreditar nisso e dizemos: “É verdade: não vou conseguir... todo mundo cai, eu também vou cair” ou “Quantas vezes já fracassei e não vai ser agora que vou me levantar...”.
Muitas vezes o maligno até cita trechinhos da Bíblia para nos convencer da nossa feiúra.

“A carne é fraca”, por exemplo.
Mas esta declaração aqui de Gn 39.8, afirma que é possível vencer a tentação, recusando o pecado.
Quem anda caindo com facilidade em qualquer cilada de Satanás (caindo no erro, caindo no mal... caindo na bebedice, no fumo, no engano, na mentira...), precisa acreditar que tem jeito sim, que tem cura sim, que tem salvação, sim! Amém?
Há um Deus poderoso no céu que perdoa os pecados e que dá a força necessária para vencermos toda a tentação. Aleluia!
Vamos aprender isso com José... com José, aprendemos que sim, é possível vencer a tentação.
O testemunho de José é uma das grandes provas da possibilidade de vitória sobre a tentação e o pecado.
Talvez você diga: “Mas José tinha mais facilidade do que eu para dizer “não” ao pecado... eu já tenho motivos de sobre para cair em tentação e cometer o pecado”.
Não é bem assim. Vamos conferir?
Veja esse v.8: José também tinha motivos para cair – “Ele, porém, recusou”.
Vamos ver os motivos que José tinha para cair em tentação e constatar que ele venceu, apesar dos motivos que tinha. Isso, eu creio, convencerá você de que é possível vencer também!

A primeira lição que aprendemos com José é que:
1- O FATO DE VOCÊ ESTAR LONGE DE CASA, NÃO É MOTIVO PARA VOCÊ PECAR

O texto diz (v.1) que José estava no Egito: “José foi levado para o Egito”.
Longe de seus pais e de seu povo longe de sua igreja), José poderia ter pensado: “Ninguém está vendo, posso fazer o que quero fazer”.
Muitos caem quando acreditam nesse argumento mentiroso... quando estão longe de casa, longe da igreja... de férias da escola ou do trabalho – pensam que estão de férias de Deus também.
Mas quando peco, por mais escondido (por mais longe) que eu esteja, Deus está vendo, o diabo está vendo, eu estou vendo e a pessoa com quem peco também está vendo.
José estava no Egito, longe de casa, mas seguro de que Deus estava vendo, ele se recusou a pecar.
Se você tiver esta consciência, mesmo estando longe de casa, você não irá pecar contra Deus.
Isto vai poupar você de muitos sofrimentos... então, não acredite, que estar longe de casa é motivo para você pecar, porque não é. Recuse o pecado.
...segunda lição:

2- O FATO DE VOCÊ ESTAR CARENTE DE CARINHO NÃO É MOTIVO PARA VOCÊ PECAR

Imagem relacionada

Em Gn 37, vemos que José era o caçulinha do papai, bem paparicado... agora, ele estava em uma terra distante, sem ninguém para lhe dar colo... carente de carinho. Muitos caem por isso: esposas mal amadas, maridos sem atenção... filhos sem abraço – quantas crianças passando fome de carinho em casa e que vão procurar na rua a atenção que não recebem?
Isso não justifica, mas explica porque tantos adultérios, tantas infidelidades, tantas fugas de casa...
A Bíblia diz isto: “José, porém, recusou” – ele recusou o pecado.
Você está carente de carinho, carente de afeto, de atenção? ...não fique desocupado.
Quero lhe dar esse conselho: Adote uma família da igreja para cuidar de você... se você participa de alguma de nossas células, chega para seu líder e diga: “To carente... pode me dar um pouco da sua atenção?”
Outra sugestão: Ande com pessoas de fé... a Bíblia diz em Isaías 41.6 que um ao outro ajuda... está escrito: “cada um ajuda o outro e diz a seu irmão: “Seja forte!”.
José estava sem a atenção do pai lá no Egito, mas nem por isso ele cedeu à tentação – ele recusou o pecado.
Você pode estar carente de afeto e pode recusar a cair em tentação também. Amém?
...a outra lição é essa:

3- O FATO DE VOCÊ ESTAR OPRIMIDO NÃO É MOTIVO PARA VOCÊ PECAR

José foi vendido pelos irmãos, foi afastado à força da casa de seus pais, e estava trabalhando como escravo no Egito. Muitos, nessa situação, se revoltam contra Deus e todo mundo... querem tirar a própria vida... mergulham nas drogas... começam a beber sem parar... se lançam ao sexo extra-conjugal...
Dizem: “Deus me abandonou mesmo, então, nada mais me importa”... isso é uma mentira.
José foi oprimido no Egito, mas ele se recusou a cair vencido, derrotado.
Em momentos assim, eis o que você deve fazer... diz o salmista do Sl 120.1: “Eu clamo pelo Senhor na minha angústia, e ele me responde”.
Estar carente de carinho não é motivo para você pecar...
...próxima lição:

4- O FATO DE SER COSTUME DA ÉPOCA NÃO É MOTIVO PARA VOCÊ PECAR

Resultado de imagem para TODO MUNDO FAZ

O Novo Dicionário da Bíblia, escrito por especialistas, informa da existência de documentos egípcios que revelam que na época de Potifar, sua mulher não era a única a cometer o pecado da infidelidade conjugal... que isso era uma prática comum.
De fato, se fizermos leitura de Gn 35 e 38 vamos ver que há exemplos de comportamentos sexuais terríveis sendo praticados.
Era costume da época... todo mundo fazia... mas José se recusou a ser igual a todo mundo... ele se recusou a pecar.
Deus espera que você não se comporte como todo mundo.
Em Rm 12.2 está escrito: “Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus”.
Não é porque todo mundo faz, que você deve fazer também... se cuide!
...a lição nº 5:

5- O FATO DE OUVIR INSINUAÇÕES NÃO É MOTIVO PARA VOCÊ PECAR

Lemos no v.10 que diariamente José ouvia as insinuações daquela mulher... ele era, assediado, todos os dias.
Este é um processo que facilita a queda ou a vitória de muita gente: o que ouvimos constantemente.
A Bíblia diz isto: “Não se deixem enganar: “As más companhias corrompem os bons costumes” (1Co 15.33).
Que tipo de música, programa de televisão... que tipo de conversa você ouve?
José não dava ouvidos às insinuações, aos assédios – ele se recusou mesmo àquele pecado.
Será que você é assediado em seu local de trabalho, vizinhança, escola ou qualquer outro lugar?
Aconselho que você pegue sua Bíblia e comece a ir lendo Fp 4.8 todos os dias... está escrito: “tudo o que for verdadeiro, tudo o que for nobre, tudo o que for correto, tudo o que for puro, tudo o que for amável, tudo o que for de boa fama, se houver algo de excelente ou digno de louvor, pensem nessas coisas”.
...lição nº 6:

6- O FATO DE ESTAR SOZINHO COM O SEXO OPOSTO NÃO É MOTIVO PARA VOCÊ PECAR

O v.11 diz que José veio à casa do patrão a fim de trabalhar e lá, num belo dia, ninguém dos de casa se achava presente, exceto aquela fonte de tentação.
Isso também é sedutor e perigoso: ficar a sós com uma pessoa do sexo oposto... hoje em dia, pra falar a verdade, até com pessoas do mesmo sexo é perigoso... evite ficar sozinho no carro, no quarto fechado, em casa, com o sexo oposto.
Mas muitos caem aqui: se acham fortes demais para estar em uma situação assim.
Mas a atitude de José foi interessante, muito curiosa. 
Lemos no v.12: “Ela o agarrou pelo manto e voltou a convidá-lo: “Vamos, deite-se comigo!” Mas ele fugiu da casa, deixando o manto na mão dela.”
Não tenha vergonha de fugir da mulher de Potifar... É aquela história: Se não quer ser picado, fuja das abelhas.
...outra coisa:

7- O FATO DE VOCÊ SER BONITO(a) NÃO É MOTIVO PARA VOCÊ PECAR CONTRA DEUS

O v.6 informa pra nós como era José, lemos isto: “...José era atraente e de boa aparência”.
Há pessoas que sabem cuidar bem do próprio corpo, mas que o usam para defraudar, para tentar as outras pessoas. Isso é um erro, é um pecado que você comete.
Seu corpo deve ser usado para a glória de Deus (diga isto à pessoa ao lado).
Então, seja sensato, ajuizado: use roupas decentes e simples... um bom penteado... uma academia (se está precisando)... mas faça isso para a glória de Deus. Amém?
Você é bonito(a), mas não é para a provocação de ninguém... não é para usar de sensualidade – você é bonito(a) para o louvor da glória de Deus!
...considere ainda isto:

8- O FATO DE VOCÊ LIDAR COM GENTE MALDOSA, TAMBÉM NÃO É MOTIVO PARA VOCÊ PECAR CONTRA DEUS

Lidar com gente maldosa é sempre perigoso – aquela mulher era uma prostituta, provavelmente muito profissional.
O marido dela, a bem da verdade, nem acreditou muito na história que ela contou... por isso que mandou José, em especial, para a prisão... normalmente, em casos assim, seria aplicada a pena de morte.
José, na sua cautela, saiu de dentro daquela casa na hora – ele foi prudente.
Mas tem indivíduo que é caçador: ele vê que a pessoa é complicada, é maldosa, que assedia o tempo todo, mas vai se envolvendo com ela... o que esse indivíduo é? Caça-dor: caça dor de cabeça, caça dor de coração...
...depois:

9- O FATO DE VOCÊ SER JOVEM NÃO É MOTIVO PARA VOCÊ PECAR

Alguns estudiosos desse texto da Bíblia afirmam que naquela época, José estava entre os 23 e os 25 anos de idade (não era só bonito, mas jovem).
Para alguns, esse fator impulsiona a queda, pois acham que nessa fase é hora de aproveitar e experimentar de tudo.
Será que isso não é perigoso? Ouça o que diz a Palavra de Deus (Ec 11.): “Alegre-se, jovem, na sua mocidade!Seja feliz o seu coração nos dias da sua juventude! Siga por onde seu coração mandar, até onde a sua vista alcançar; mas saiba que por todas essas coisas Deus o trará a julgamento”.
Quando o futuro vira passado é fácil ver o que tinha que ser feito... aproveite a mocidade!
...finalmente:

10- O FATO DE VOCÊ PRECISAR MANTER O EMPREGO NÃO É MOTIVO PARA VOCÊ PECAR

Outras pessoas caem aqui: aquela mulher era a patroa de José... se ele atendesse seu convite, quem sabe, ela pediria um aumento de salário pra ele!
Mas cuidado com as propostas... muitas coisas são insinuantes, vistosas, mas cuidado. Cuidado com a oferta! Você não sabe que goiaba na beira de estrada, ou é verde ou está bichada?
Ouvi uma atriz de TV afirmar outro dia que para chegar onde chegou, ela teve de fazer “de tudo”. Isso é muito triste.
José recusou o pecado.
Conclusão

A fim de vencer a fonte de sua tentação, primeiro, é preciso que você se conscientize disso: é possível vencer.
A coisa mais feia, mais trágica é o pecado.
José venceu:

Apesar de estar longe de casa
Apesar de estar carente de carinho
Apesar de estar oprimido no Egito
Apesar do pecado ser costume da época
Apesar das insinuações daquela mulher
Apesar estar sozinho com o sexo oposto
Apesar de ser bonito, e de lidar com gente maldosa, e de ser jovem, e de precisar manter o emprego...
Apesar disso tudo, José se recusou a pecar.
E você? ...e você ficará caído e caindo?
À exemplo de José, diga não ao pecado.
Hb 12.1: “...também nós, uma vez que estamos rodeados por tão grande nuvem de testemunhas, livremo-nos de tudo o que nos atrapalha e do pecado que nos envolve, e corramos com perseverança a corrida que nos é proposta”.
Para dominar a tentação, deixe que Cristo domine você.
Pr Walter Pacheco da Silveira, Fonte: Simonton Araujo


Nenhum comentário :

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...