25 de jan de 2017

Donald Trump assina medida para dificultar aborto no exterior

Donald Trump (Foto: Getty Images)



A notícia é escrita por uma revista digital, Marie Claire, observe o teor e a cara de pau, saindo em apoio ao aborto, e usam o termo "mulheres prejudicadas". A mídia brasileira está realmente manipuladora e invasiva.

Dois dias após a marcha das mulheres tomar várias cidades dos Estados Unidos, Donald Trump assinou um decreto que impede o uso de recursos federais no financiamento de ONGs estrangeiras que incluem o aborto como uma das alternativas de planejamento familiar. 

O cancelamento da medida, instaurada pelo presidente Ronald Reagan em 1984, pode colocar em risco a vida de muitas mulheres que vivem em países em desenvolvimento e em zonas de conflito. Muitas, auxiliadas pelas entidades, a partir de agora poderão recorrer a métodos perigosos para interromperem a gravidez, informou o americano "The Huffington Post". 

A Organização Mundial da Saúde estima que mais de 21 milhões de mulheres por ano fazem abortos não seguros em países em desenvolvimento. Deste total, 13% morrem. O recurso federal não seria usado diretamente na realização no procedimento, mas ajudaria a manter em funcionamento ONGs que utilizam o método como mais uma alternativa de planejamento familiar. A medida é instaurada ou cancelada de acordo com o presidente que sobe ao poder. 

Desde a vitória de Trump nas eleições presidenciais em novembro passado, políticos e instituições contrários ao aborto adotaram medidas duras antiaborto em alguns estados dos EUA. Na esfera federal, Trump nomeou ao Supremo Tribunal um juiz contrário à interrupção da gravidez.

http://revistamarieclaire.globo.com/Noticias/noticia/2017/01/apesar-da-marcha-das-mulheres-trump-assina-medida-para-dificultar-aborto.html

16 de jan de 2017

As melhores universidades do mundo e suas raízes cristãs

Resultado de imagem para MIT

Seria a fé religiosa um empecilho ao desenvolvimento da ciência?

As melhores universidades do mundo e suas raízes cristãs


As melhores universidades do mundo foram fundadas por cristãos, sendo várias delas criadas como instituições com fins de educação religiosa. Esse fato é uma constatação empírica que vai contra a tese de que a fé religiosa seria um empecilho ao desenvolvimento da ciência. Segue abaixo a lista das doze melhores universidades do mundo na atualidade, segundo os três principais rankings internacionais, junto com o país e o número de ganhadores do Prêmio Nobel vinculados a cada universidade [1,2].

As 12 melhores universidades do mundo

1 Harvard (EUA, 47 prêmios Nobel)
2 MIT (EUA, 78 prêmios Nobel)
3 Cambridge (Reino Unido, 89 prêmios nobel)
4 Caltech (EUA, 33 prêmios Nobel)
5 Oxford (Reino Unido, 48 prêmios Nobel)
6 Stanford (EUA, 27 prêmios Nobel)
7 Princeton (EUA, 36 prêmios Nobel)
8 Chicago (EUA, 87 prêmios Nobel)
9 Yale (EUA, 49 prêmios Nobel)
10 Columbia (EUA, 82 prêmios Nobel)
11 Berkeley (EUA, 51 prêmios Nobel)
12 Imperial College (Reino Unido, 15 prêmios Nobel)

Vejamos mais de perto as raízes religiosas dessas doze universidades. Nove delas são americanas, estando seis localizadas na Costa Leste e três na Costa Oeste. As outras três são britânicas. As duas primeiras colocadas do ranking, Harvard e MIT, estão localizadas no estado de Massachusetts, fundado por colonizadores cristãos puritanos. A Universidade de Harvard foi criada em 1636 pelo governo de Massachusetts para a formação de pastores puritanos. É a universidade mais antiga dos EUA e seu primeiro financiador foi o pastor puritano John Harvard. Já o Instituto de Tecnologia de Massachusetts - MIT foi idealizado e fundado em 1861 pelo cristão unitariano William Barton Rogers para o ensino tecnológico.

Resultado de imagem para Harvard

Oxford e Cambridge, localizadas na Inglaterra, estão entre as universidades mais antigas do mundo, que foram criadas como instituições vinculadas à Igreja Católica. Oxford começou suas atividades no século XI dentro da igreja de St. Mary. Várias ordens religiosas católicas mantiveram as casas estudantis durante os primeiros séculos da instituição. O primeiro 'college' de Oxford foi fundado em 1249 por William de Durham, membro do clero católico. Oxford hoje está vinculada à Igreja Anglicana, e as igrejas de St. Mary e Christ Church são usadas pela universidade para cerimônias religiosas. Cambridge foi fundada em 1209 por estudantes católicos dissidentes de Oxford. Seu primeiro 'college' foi fundado em 1284 pelo bispo católico Hugo de Balsham. A terceira instituição inglesa do ranking é o Imperial College, originado de um seminário católico criado em 1447 pelo Cardeal John Kempe, Arcebispo de York, e no século XIX se tornou uma escola de agricultura integrante da Universidade de Londres.

Resultado de imagem para Oxford

No século XIX, foram criadas Caltech, Stanford e Berkeley, localizadas na Califórnia. O Instituto de Tecnologia da Califórnia - Caltech foi fundado em 1891 em Pasadena pelo cristão universalista Amos Throop, que também fundou uma igreja universalista na mesma cidade. O pastor James Tuttle foi o primeiro a comandar a instituição, que foi criada também com a intenção de proporcionar o ensino teológico. Já a Universidade de Stanford foi fundada em 1885 pelo casal protestante Leland e Jane Stanford. A Igreja Memorial de Stanford, onde são realizadas cerimônias religiosas, está localizada no centro do campus e a universidade possui um programa de estudos religiosos. A Universidade da Califórnia em Berkeley tem sua origem nos esforços dos pastores congregacionalistas Henry Durant e Samuel Willey. Eles fundaram em 1853 a Academia de Contra Costa, um colégio cristão secundário, que passou a ser uma instituição de educação superior em 1855. Mais tarde essa instituição se juntou a outras para formar a Universidade da Califórnia.

Resultado de imagem para Stanford


A Universidade de Princeton foi fundada em 1746 por sete presbiterianos liderados pelo pastor William Tennent, a partir do Log College, um seminário teológico presbiteriano criado em 1726 pelo próprio Tennent. A Universidade de Chicago foi fundada em 1856 como uma instituição de ensino batista que faliu e foi reerguida em 1890 pela Sociedade de Educação Batista Americana, com auxílio financeiro do magnata do petróleo John Rockefeller, um batista fervoroso.

Resultado de imagem para Princeton


A Universidade de Yale foi fundada em Connecticut em 1701 por um grupo de 10 pastores congregacionalistas liderados pelo pastor James Pierpont, para a formação de pastores. Seu primeiro reitor foi o Reverendo Abraham Pierson. A Universidade Columbia foi fundada em 1754 na cidade de Nova Iorque pelo Rei George II. Após calorosas discussões sobre qual deveria ser a afiliação religiosa da nova universidade, começou suas atividades dentro das instalações da Igreja da Trindade, em Manhattan, oficialmente afiliada à Igreja Anglicana, mas com liberdade religiosa para outras denominações cristãs.
Resultado de imagem para Yale


[1] Este ranking é uma ponderação dos três mais importantes rankings internacionais de universidades - ARWU, THE e QS. O ranking completo está disponível no site:http://metauniversityranking.com/worlds-top-50-universities-metascore

[2] A compilação do número de laureados com o Prêmio Nobel vinculados a cada universidade está disponível no site:http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_Nobel_laureates_by_university_affiliation

Texto escrito por Fábio Bittencourt, em outubro de 2013.






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...