23 de ago. de 2019

Como os judeus se espalharam por mais de 100 países e ainda conseguiram manter vivos valores e tradições.










Os judeus são o único povo que nasceu com o dever divino de habitar uma região do planeta: Canaã (Israel). No entanto, ao longo de seus 4 mil anos de história, eles se tornaram a nação mais cosmopolita do mundo. As comunidades judaicas hoje se espalham em mais de 100 países – do México à Inglaterra, do Cazaquistão à África do Sul, de Cuba ao Japão. Com exceção de Israel, os judeus têm vivido como minorias em todos esses lugares.

“A história judaica é marcada por sucessivas dispersões e diásporas dentro de diásporas”, diz Luis S. Krausz, professor de Literatura Hebraica e Judaica na Universidade de São Paulo (USP). “Essa história começa com a destruição do Templo de Salomão pelo rei Nabucodonosor, no século 6 a.C., quando os judeus foram levados ao cativeiro na Babilônia. E continua até o século 20, com a dispersão e o genocídio dos judeus da Europa.”

Tantas travessias produziram uma diversidade de grupos judaicos que cristalizaram costumes, idiomas e culinárias dos lugares onde viveram. E também contribuíram para enriquecer as culturas locais. Nesta reportagem, vamos viajar pelos momentos mais importantes da saga judaica através das fronteiras.

Babilônia e Império Romano

Os judeus botaram o pé no mundo em 587 a.C., quando o rei babilônio Nabucodonosor invadiu o antigo reino de Judá (ao sul de Israel). O monarca arrasou Jerusalém e mandou parte de seus habitantes para a Babilônia, na Mesopotâmia (hoje Iraque). Mas o que havia sido um degredo imposto à força contribuiu para o florescimento do judaísmo. “Foi durante o exílio que se impôs pela primeira vez a todos os judeus a prática regular de sua religião”, diz o historiador britânico Paul Johnson no livro História dos Judeus.

“Também foi reforçado o ritual da circuncisão, que os distinguia dos pagãos, e o costume do shabat (dia do descanso)”, diz Johnson. Os escribas redigiram as tradições orais e compilaram os pergaminhos vindos do templo destruído. O calendário judaico se aprimorou com a astronomia babilônica e incluiu festas como o Pessach (Páscoa), que recorda a saída dos hebreus da escravidão no Egito. 

Apenas 50 anos depois, em 538 a.C., o rei persa Ciro permitiu a volta dos judeus a Jerusalém e a reconstrução do templo. “Muitos preferiram ficar na Babilônia, que permaneceu como um centro da cultura judaica por 1,5 mil anos”, diz Johnson. Em 63 a.C., uma nova reviravolta. O general Pompeu invadiu a Judeia e a transformou em província do Império Romano. Terminava assim o reino dos Hasmoneus – o último país judeu independente que existiu até a criação do Israel moderno, em 1948.


A tensão culminou com uma rebelião. Em 70, o general romano Tito reprimiu os revoltosos, destruiu o segundo templo e mandou os judeus a uma nova diáspora, que alcançou a Ásia, a Europa e o norte da África. Mas ao contrário dos anos na Babilônia, o exílio nos domínios romanos marcou o início das perseguições. “Os romanos não toleravam o culto judaico a um Deus único nem costumes como o shabat”, diz o historiador francês Gerald Messadié no livro História Geral do Antissemitismo

A situação piorou com a conversão do imperador Constantino ao cristianismo, no século IV. Em 325, o Concílio de Niceia acusou os judeus pela morte de Jesus, o que serviu de base para o mito medieval de que tinham poderes sobrenaturais e eram aliados do diabo. Os judeus foram proibidos de exercer funções públicas, ter empregados e se casar com não judeus. Qualquer semelhança com as Leis de Nuremberg, promulgadas em 1935 pelo nazismo, não é coincidência.


Os Sefaradim

No século 9, a comunidade judaica da Babilônia começou a declinar e muitos rumaram para outros cantos do globo. Parte foi para o norte da África, à região que hoje corresponde a Argélia, Marrocos, Sahara Ocidental e Mauritânia. Lá se assentaram nos domínios de duas tribos muçulmanas: os berberes, que eram exímios guerreiros; e os mouros, mais tolerantes, que se dedicavam ao comércio, ao artesanato e à ciência.

Como os exércitos mouros estavam em franca expansão pela Espanha, os judeus pegaram carona com eles – e ficaram conhecidos como sefaradim (de Sefarad, “Espanha” em hebraico). Produziram uma língua própria, o ladino, impregnando de vocábulos hebraicos o espanhol medieval. A união entre mouros, judeus e ciganos daria origem ao flamenco, que até hoje é tocado e bailado como um hino à liberdade.

Nos demais países muçulmanos, os judeus viviam como cidadãos de segunda classe. Podiam seguire suas crenças nos dhimmis (comunidades protegidas) desde que pagassem impostos. Seu status era superior ao de pagãos e escravos. “No mundo islâmico, os judeus desfrutaram de prosperidade nos séculos 10, 11 e 12. Houve explosões de violência contra eles, mas esporádicas e locais”, diz o historiador britânico Nicholas de Lange em Povo Judeu. Alguns chegavam a ser ministros dos califas. O rabino Maomônides (1135-1204), um grande filósofo da Idade Média, foi o médico dos sultões no Egito.

“No século 13, quando o mundo muçulmano passou a sofrer pressões dos cristãos no oeste e dos mongóis no leste, a condição dos judeus piorou de forma dramática”, diz Lange. “Os líderes islâmicos deram carta branca à intolerância religiosa.” Pior: no século 15, Fernando de Aragão e Isabel de Castela (os reis católicos) se uniram para acabar com o domínio muçulmano no sul da Espanha. A Santa Inquisição queimava judeus como “hereges” e pilhava seus bens.

Em 1492, os reis católicos derrotaram Granada, o último bastião mouro na Península Ibérica. E expulsaram os judeus que não aceitassem a conversão imediata à fé cristã. Os que quiseram praticar o judaísmo de forma aberta emigraram para o Império Otomano, que abrangia a Turquia, o norte da África e o Oriente Médio. “A maioria, cerca de 100 mil, optou pela solução mais fácil: fugir para Portugal”, diz Lange. “Foi uma decisão equivocada. Cinco anos depois, o rei dom Manuel batizou os judeus à força.”

Os convertidos, continuaram sendo alvo de suspeita dos inquisidores. Tanto que ficaram conhecidos como marranos (“porcos”, em espanhol) ou anussim (“forçados”, em hebraico). “Para muitos, a saída foi praticar o judaísmo secretamente, correndo risco de vida”, diz o escritor americano-português Richard Zimler, autor de vários livros sobre o tema. Outros botaram o pé no mundo e se fixaram em todo o arco mediterrâneo, sul da França, Holanda, Inglaterra e norte da Alemanha.


Segundo Johnson, a diáspora sefaradim mobilizou judeus do mundo inteiro. A chegada de refugiados a uma cidade provocava a expulsão dos que lá viviam. “Muitos judeus converteram-se em vendedores ambulantes”, diz. Vem dessa época a lenda antissemita do Judeu Errante o sujeito que teria negado água a Jesus no trajeto até a crucificação e por isso havia sido condenado a uma vida sem rumo. O primeiro gueto da história, em Veneza, data de 1516. Outros cristãos vieram para o Brasil, trabalhar em Minas Gerais ou nos engenhos de Pernambuco. Em 1636, fundaram no Recife a primeira sinagoga das Américas sob a bênção dos holandeses.

Os Ashkenazim

A saga dos sefaradim foi simultânea à de outro importante grupo: os ashkenazim (do hebraico medieval Ashkenaz, “Alemanha”). Eles se assentaram entre a Alemanha e a França, ao longo do Vale do Reno, a partir do século 8, incentivados pelo imperador Carlos Magno. A maioria se dedicava ao artesanato, à fabricação de vinhos e ao comércio – conheciam como poucos as rotas para o Mediterrâneo e o Oriente Médio.

“No século 13, muitos ashkenazim foram para a Polônia atraídos pelas oportunidades econômicas”, diz Lange. “Tinham em suas mãos a maior parte do comércio.” A idade dourada dos ashkenazim acabou em 1648, ao serem alvo de uma rebelião dos cossacos, vindos da Rússia e da Ucrânia, que investiram contra os judeus, matando perto de 100 mil e dizimando 300 comunidades. O antissemitismo tornou a Europa um lugar perigoso. Judeus já haviam sido expulsos da Inglaterra em 1290 e da França em 1306.

“A ausência de um Estado fez com que construíssem sua identidade com base em parâmetros mais religiosos e étnicos do que nacionais ou territoriais”, diz Krausz. Em geral, viviam como estrangeiros, apenas tolerados. Não podiam reivindicar os direitos dos outros cidadãos e pagavam impostos abusivos. Não tinham terras nem participavam de corporações de ofícios, que só aceitavam cristãos. “Restava-lhes o pequeno comércio e a lida com o dinheiro”, diz Krausz. Os ashkenazim chegaram à Lituânia Ucrânia, Moldávia e Rússia. Viviam num vilarejo semi-isolado, o shtetl. Assim como os sefaradim, criaram seu dialeto: o ídiche, que mescla alemão medieval com termos hebraicos e eslavos.

A Emancipação

Quando os ventos da Revolução Francesa sopraram na Europa, os judeus puderam sair do gueto e conquistaram a cidadania. Figuras como Albert Einstein e Sigmund Freud moldaram o pensamento do Ocidente. Mas, se por um lado o século 19 trouxe emancipação, também instigou o nacionalismo. Os modernos Estados-nação acusaram os judeus de não participar da cultura majoritária e, portanto, da identidade nacional.

A Rússia virou palco do pogrom – uma perseguição insuflada pelos czares. Algumas matanças acabaram com shtetls inteiros e motivaram levas de emigrantes para ir para os EUA. A partir de 1880, milhares de ashkenazim retornaram ao ponto de partida, a Palestina. A Inglaterra assumiu o controle da região após a Primeira Guerra e impôs restrições à imigração, apesar de defender um lar nacional para os judeus bem ali, onde Davi havia governado 3 mil anos antes. A imigração aumentou nos anos 30, com o fluxo de judeus que fugiam do nazismo.

Após a criação de Israel, em 1948, judeus foram expulsos de países árabes onde residiam havia séculos. No Egito, que tinha 65 mil judeus em 1937, restaram menos de 100. Na Líbia, nenhum. “Quando meu pai era menino na Polônia, as ruas eram cobertas de pichações dizendo: 'Judeus, vão para a Palestina!', quando voltou, em visita à Europa 50 anos mais tarde, os muros estavam cobertos de pichações dizendo: 'Judeus, saiam da Palestina!'”, recorda o escritor israelense Amós Oz no livro Contra o Fanatismo.



Os muitos judeus
Os sefaradim e os ashkenazim são os principais grupos, mas há outros

Italianos

Vivem na península da Itália desde a destruição do segundo templo, no ano 70. A eles se juntaram sefaradim deportados da Espanha e de Portugal no século 15.

Norte da África

São descendentes dos judeus que se assentaram ali por volta do século 9. Também foram expulsos após a criação de Israel. Na Líbia, por exemplo, não restou um único judeu. No Egito, menos de 100.

Mizrahim

Viveram no Iraque, Síria, Líbano, Egito e outros do Oriente Médio desde a Antiguidade, muito antes da chegada dos sefaradim, com quem são confundidos. Sua fala e seus nomes são árabes. Os do Iraque descendem de cativos que foram levados à Babilônia no século 6 a.C. Foram expulsos após a Independência de Israel, em 1948.

Teimanim

Chegaram ao Iêmen provavelmente no tempo de Salomão. Falam árabe como os mizrahim, mas sua tez é morena-escura e possuem um folclore muito típico. Expulsos após a criação de Israel, restaram cerca de 200 no Iêmen.

Etíopes

Conhecidos como Beta Israel ou falashas, têm origem desconhecida. Teriam chegado lá nos tempos de Salomão ou se convertido ao judaísmo em algum momento posterior. Em vez de hebraico, usavam o ge'ez ou o am'hári como língua religiosa e eram observadores estritos do shabat e da kashrut (lei alimentar). Eram quase 40 mil, viviam em campos de refugiados e foram resgatados por Israel nos anos 80 e 90.

Indianos

O sincretismo do hinduísmo se combinou com a segregação do sistema de castas – que acabou protegendo-os. Os judeus da costa do Malabar viveram muito tempo separados do resto do mundo. Hoje são cerca de 5 mil.

Chineses

Se assentaram em vários locais do país na Idade Média e foram bem tolerados pelo confucionismo. A maior comunidade ficava em Kaifeng, mas foi perdendo suas tradições. Hoje são cerca de 2,5 mil em toda a China.




* Nota: Desde a escolha de Israel, como povo de propriedade de Deus, o inimigo tem sempre procurado destruí-lo. Ele costuma usar dirigentes políticos como Hitler, Nasser, Kaddafi, Yasser Arafat, mas também a imprensa de esquerda. O Holocausto começou com Faraó. Na peregrinação pelo deserto foi o rei Balaque que usou os serviços do renomado adivinho e "vidente" Balaão. Este era uma sumidade no terreno do ocultismo. Balaão deveria amaldiçoar Israel por meio de suas temidas maldições mágicas, o que falhou apesar de diversas tentativas. Contra a vontade de Balaque e Balaão, ao invés de maldição, esse falso profeta teve de pronunciar as mais gloriosas palavras de bênção: "Benditos os que te abençoarem, e malditos os que te amaldiçoarem... uma estrela procederá de Jacó, de Israel subirá um cetro" (Nm 24.9b e 17a). E é pelas mãos de Deus que também se denomina "Deus de Israel" que a história dos judeus se mantém viva, como um milagre entre as nações.



Texto: Eduardo Szklarz ,Revista História , Ed.119 - Junho 2013 - Pág. 44 a49. 
Nota: de Burkhard Vetsch, com acréscimo de Wilma Rejane

Nenhum comentário:

"A fé me curou da depressão" 100 páginas para curtir no Facebook 1000 ILUSTRAÇÕES 11 regras de Bill Gates 1984 de George Orwell - Filme de 1956 (Documentário) 20 Dicas Para Ter Sucesso na Vida 3 coisas que gerentes de bancos costumam dizer 3 tipos de influência 35 (todos) milagres do Novo Testamento… 5 verdades sobre o perdão 6 FRASES QUE VOCÊ RECEBE NO WHATSAPP QUE SIGNIFICAM COISAS TOTALMENTE DIFERENTES 60 lições para aprender até os 30 anos 666 7 Coisas Que Deus Nunca Viu 7 desafios das redes sociais para os cristãos 7 LIÇÕES DE PALESTRAS DO TED QUE NOS ENSINAM A SER MAIS FELIZ 7 tipos de pessoas que sempre fracassam 8 de Março A 3ª GUERRA ESTÁ PRÓXIMA: RÚSSIA ORDENA SEUS FUNCIONÁRIOS E FAMÍLIAS A VOLTAREM DO EXTERIOR; CONFIRA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS A Carta A CORRIDA DOS SAPINHOS A CURA DE UM PARALÍTICO JUNTO AO TANQUE DE BETESDA A derrota do Everest A ganância nossa de cada dia A hora da verdade A Igreja Vem - Anderson Freire - YouTube A Língua A MENTIRA QUE TROUXE PERDAS A paz A Sinagoga de Satanás – A Linhagem dos Rothschild A Velha Cruz e A Nova A vida é muito para ser insignificante A. W. Tozer ABC da Vida Abortistas Aborto Abraão de Almeida Abraham Shapiro abstinência Abuso Sexual Acepçao Acepção acidente ações Acontecimentos acredita 1 de cada 4 britânicos AD GUARAPUAVA Adão ADMIRÁVEL MUNDO NOVO adorar Advec Afiliados afirma Dwayne Johnson Africa Água Águia Ajuda Alabama Álcool Alexandre e o Filósofo ALIEXPRESS Almeida Altruísmo Amigo amizade amor Amor ao Dinheiro Amor Divino e Humano amor próprio Amor Verdadeiro Ana ANAJURE Andre Valadão Anel Anjos podem possuir mulheres? Anne Graham Lotz Antigo Testamento ao vivo Apocalipse APOLOGÉTICA Apóstolo Paulo Ariovaldo Ramos Arkansas Arqueologia Arrependimento ARTIGOS AS COISAS PEQUENAS As 12 melhores universidades do mundo As Aflições do Tempo Presente As colunas da igreja Assembleia de Deus Associação Americana de Pediatras fulmina ideologia de gênero Atenção Ateu Atitude humana Atividade em grupo Atriz larga carreira Pornô e vira pastora evangélica Audio Livro Augusto Cury Augustus Nicodemus Augustus Nicodemus Lopes AUTO AJUDA Autoconfiança em Excesso Autoconfiança. Babilônia BAIXE Baphomet Barack Obama Barroso chama Joaquim Barbosa de “negro de primeira linha” em discurso no STF Batalha Espiritual Batalhas Batizada Baú de Ilustrações Bebê Becky Dvorak Bel Pesce BELÉM. PR. JAIME SOARES BELENZINHO Benção Beyonce “encarna” orixá em premiação e choca público Bianca Toledo Bíblia Bíblia em Audio Bíblia em Dados Bíblia em Ordem Cronológica - NVI (PDF) BÍBLIA ONLINE BIBLIA THOMPSON - TEMAS EM CADEIA (DOC) Bill Gates Biografias Bismarchi vende fantasias de Carnaval: “Vou ficar bem longe” Bispo bizarro Black Monday blog Bolsonaro bondade Cada Branca Calebe Canaã Câncer CANTARES DE SALOMÃO Capitólio caráter Caridade Carnaval CASAL Casamento Homossexual casar Caso de mulher 'possuída' queimada em fogueira em igreja evangélica choca Nicarágua Catolicismo células Cesino Bernardino CF CGADB CHARGE GOSPEL Charles Chaplin Charles R. Swindoll Chocante Cicatrizes CIEADEP Ciro Sanches Zibordi Claudio Duarte coach Código Tributário Nacional Colorado (EUA) Como os cães já nascem sabendo fazer tudo isso? Como ter seu domínio próprio no Blogger - Passo a Passo comunhão Comunicação Comunidade confiança Confira 20 blogs para ajudar você nos estudos CONHEÇA MELHOR SEU INIMIGO conhecimento conselho Conspiração Constituição construção Conta de energia elétrica Continuidade Conversão Copel coragem CORAGEM DE ADÉLIA corrupção CPAD CPAD: INCOERÊNCIA INSTITUCIONAL Cremação Crente Crianças Criando Raízes crime Crise CRISTÃO CRISTÃOS BIZARROS Cristãos Perseguidos Cristianismo Cristo CRISTO NÃO FAZ Cristofobia CRISTOLOGIA critica Críticas Crocodilo Cuidado Cuidado com suas escolhas! cura CURIOSIDADES Daniela Araújo David Merkh Defeitos Delino Marçal Democracia Dengue DEPRESSÃO Desistir Determinismo DEUS Deus não pode mentir DEUS OLHA O SEU CORAÇÃO Deus tem tudo que há em mim DEVOCIONAIS Dez Mandamentos dezembro de 1955 Dia Internacional da Mulher Diabete Diabo usa cartão de crédito DICAS DICIONÁRIO BÍBLICO STRONG dificuldades Dilma Dilma manda tirar Bíblia e crucifixo do gabinete Dirão: - É o fim DIREITO ECLESIÁSTICO Direito Tributário Direitos Humanos dízimo DOCUMENTÁRIOS domador Donald Trump Doomsday Clock DROGAS Dwight L. Moody Dwight L. Moody e a herança EBOOK Edir Macedo educação Efeito do Espelho Consciência EGRANA Eike Batista Eike Batista vai a igreja gera rumores sobre sua conversão Eleições 2018 Elias Eliseu EM ISRAEL NÃO ENCONTREI TAMANHA FÉ Emagrecer embaixada Emoção Encontrou o seu Isbi-Benobe? Enilson Heiderick Ensino erro ESBOÇOS ESCOLHAS ESPALHANDO A MISERICÓRDIA DE DEUS esperança Espiritual esquerda Estado Islâmico Estados Unidos Estudantes produzem Bíblias em sua escola e enviam mais de 25 mil exemplares estudos ESTUDOS BÍBLICOS estupro ética Eula de Paula Evangélica vai desfilar nua no Carnaval e diz que pastor de sua igreja autorizou Evangélicos Evangelizar Êxodo em audio - NT experiência Ezequiel Gomes Fábulas Falsidade Falso falso profeta família Feminista fidelidade filhos finanças Flagra FLOR RARA Fofoca FOI CRITICADO? VEJA AQUI 19 VERDADES SOBRE QUEM CRITICA O OUTRO fracasso fragilidade frases motivadoras Frei Antônio das Chagas Funeral de Victor Hugo (1885) games GAVIÕES DA FIEL VS JESUS CRISTO gay generosidade Gênesis Gesiel Gomes Geziel Gomes Gideões Missionários da Última Hora Globo GMUH GMUH2019 Golpe gospel graça Grammy gratidão Guarapuava guerra Hadassa Gomes Halloween ou Reforma Protestante? Harvard hashtags HELENA RAQUEL Heresia Hernandes Dias Lopes História da Igreja Hitler Holocausto Holt Street homem de valor Homem é enterrado com R$ 176 mil para poder 'agradar a Deus Homens homicídio Homicídio que vitimou Pastor em Umuarama foi crime sexual diz delegado (vídeo) HOMILÉTICA homossexuais honestidade honra HUMOR ICMS Ideologia de Gênero IEQ Igreja Igreja Batista Igreja Católica Igreja Católica Romana Igreja de Catalão terá de pagar indenização por fazer barulho acima do permitido por lei Igreja do Evangelho Quadrangular Igreja Holiness IGREJA: Pretende pedir Certificado de Virgindade às mulheres para poderem Casar Igrejas Iluminati ILUSTRAÇÕES IMITANDO O MELHOR EXEMPLO Imperfeição Império Romano impiedade impostos Imunidade IMUNIDADE TRIBUTÁRIA DAS IGREJAS Incrível Indenização influência Inglaterra INSPIRAÇÃO INSTA Instagram Internacional Intolerância religiosa Inveja IPTU IR Isaias Isenção Isis Islã Islamismo ISRAEL Israel constrói maior torre de energia solar do mundo ISS Istã JABEZ Jack Ma Jair Bolsonaro foi batizado em Israel James Parsons Jason Rapert Jean de La Fontaine Jerusalém Jesus Jesus não faz acepção de pessoas Jogos Olímpicos John Piper John Stott Jorge Araújo jornalismo José Wellington Junior Josué Josue Brandão Josue Gonçalves Judaísmo Judas Iscariotes JUDEU judeus Juiz Juízo de Deus Justo Kaddafi Kenneth Matiba Kikawa Ladrão Lançamento Lava Jato legislativo lei Lei que protege o pastor que decidir não realizar um casamento gay lésbica lgbt LIBERDADE RELIGIOSA Líderes religiosos em Sinop apontam que extinção da imunidade tributária das igrejas prejudicará trabalhos sociais LinkWithin Lista de Pregadores 2016 Livramento Livros lobos logo desisto louvor Luana Piovani revela que é evangélica e que dava dízimo para igreja: 'Deus é amor' Lucien Greaves Lutas de nossa vida machado Maçonaria Mais Médicos maldade Maligno Maquiavel MARCO FELICIANO Mário Cortela Marquinhos Gomes - Não morrerei enquanto a promessa não se cumprir Martin Luther King Jr Martinho Lutero mas não são verdade Mas qual é a melhor tradução? mas sou um péssimo pastor! Max Lucado médico e palhaço MENSAGEM AUTO AJUDA Mentira Mesquita Catedral de Moscou Metodologia mídia Mike Murdock milagre Ministério Pastoral missões Mito Montar um blog Monte do Templo Montgomery Moral moralidade Morre Morte Moscou MOTIVAÇÃO MP MP cancelou Marcha Para Jesus Guarulhos MPF Muçulmanos mulher de valor MUNDO CRISTÃO Música Internacional Nação Nações Unidas namorar Não abandone seu blog: confira 53 ideias para posts Não tente - faça! NÃO ZOMBE DE DEUS Nasser nativos NEM BABILÔNIA NEM FESTIVAL PROMESSAS Nicholas Winton NINGUÉM NASCE ODIANDO Nomes de Meninas Nova Era Nova Ordem Mundial NOVO TESTAMENTO NTHL o autodidata O CASAMENTO HOMOSSEXUAL E A IGREJA sob a ótica do Direito Eclesiástico O DISCURSO DE FLÁVIO JOSEFO o filho O FUTURO É... O homem rico o mensageiro contra o Capitalismo O ministro escocês O Nome “Jesus” O Parlamento de Bangladesh legalizou o casamento de adultos com crianças O pastor e a aguardente O pastor e a gestão dos recursos financeiros O Pastor Tá Me Seguindo O poder de ser frágil – Brene Brown – Vídeo O Poder do Hábito O Poder do Perdão O PODER ESPIRITUEAL DO DINHEIRO O poder muda a pessoa O povo peruano foi as ruas com a bandeira #ConMisHijosNoTeMetas O Prego do Diabo o que diziam dEle O SÁBIO QUE SE DIZ TOLO O selo do Rei Ezequias O Super-homem está na Bíblia” Obesidade obstáculos Ocultismo Ódio Olavo Bilac Olhar ONU Oração ORATÓRIA organização Orixá Os dois cântaros OS PRECURSORES DA REFORMA Ouro Oxford Oxum Paciência Padre foi crucificado pelo EI Paganismo Paixão palavras Palestina Pano de saco Papa Papa Francisco: “O terrorismo muçulmano não existe” Paquistão Pascoa Páscoa Pastor Pastor convoca evangélicos a matar gays "porque eles não são obra de Deus" Pastor faz com que fiéis tomem veneno de rato para provarem que têm fé Pastor Gilmar Santos Pastor morre em acidente ao levar ceia Pastor queniano pede a fiéis que em culto não usem roupa íntima Pastor Silas Malafaia recebeu Mercedes de R$500 mil de oferta e ironiza: “Chora” pastor suspeito Pastor suspeito de estupro usava sobrinha para atrair vítimas no Ceará PASTORES BIZARROS Patch Adams Pecado pênis Pensamentos PENSAMENTOS FACEBOOK Penso Perdão Perseguição Religiosa Perseverança persistência Pescador de Pirarucus Pesquisa pessoas PF Philip Gulley Pirâmide PLANO DE LEITURA DA BÍBLIA CRONOLÓGICO PNL poder POKÉMON GO polêmica POLICIA POLICIAL MILITAR ADORANDO A DEUS Política Polônia Por quê caem os valentes Por quê? postura Pr. Altair Germano Pr. Antônio Gilberto Pr. José Gonçalves Pr. Luciano Subirá Pr. Neil Barreto Pr. Neil Barreto - O agir satânico na Pós- modernidade Pr. Walter Pacheco da Silveira Pr. Yossef Akiva Preconceito PREGAÇÕES Pregadores Pregar Prejuízo. Dinheiro Fácil Presidente presidente americano eleito Pressão Alta Primeira Dama USA Princeton Principais propostas de Donald Trump problemas Prof. D. Peixoto da Silva profecias projeto de lei proteção provações PROVÉRBIOS psicologia PT Publicando um Livro Putin Puxa-Saco QUAL É A MELHOR TRADUÇÃO DA BÍBLIA? QUANDO TODOS SE AFASTARAM JESUS SE APROXIMOU Quaresma Quebra-Gelo Quiet Strenght racismo Rapozinhas Rede Globo Redes Sociais REFLEXÕES reforma protestante Relacionamentos religião renovação renúncia respeito REUNIÃO DE OBREIROS Rev. Dr. Samuel Rodriguez REVELAÇÃO DO CARÁTER RIQUEZA E POBREZA Robert D.Foster Roma ROSA BONHEUR E SEU LEÃO Rosa Parks Rotary Russia sacrifício Salmos salvação Salvando o fígado Sam Walton Sambódromo Satanás SAÚDE SBB Se Deus fizer Ele é Deus seguidores Segurança SEM MOTIVOS PARA PECAR Senado Senado vai decidir futuro da imunidade tributária das Igrejas Ser uma carta aberta Sergio Moro SERMÕES Sete Segredos Para ser Usado por Deus Sexo Silas Malafaia Síria Sobrepeso Sociedade Sociedade Secreta sofrimento Som Alto SOU UM PÉSSIMO PASTOR - Desculpe STF Sua carroça está cheia ou vazia? suas raízes cristãs Substime sucesso Suiço Superação Superpopulação SUS Susan Cain Tailandia Taís Amorim de Andrade Piccinini TAXA DE ABORTO CAI NOS EUA E BATE ÍNDICE RECORDE Tecnologia TED Tel Aviv Telefone TELEXFREE templo de salomão Templo Satânico templos Tempo TEOLOGIA Terrorismo Tony Perkins Top 10 Aplicativos gerador de tráfego na Web Transgênero Tributos TSE TSE estuda controlar influência das igrejas nas eleições TUTORIAIS Tutorial blog Um cristão morre a cada seis minutos um desafio do cristão Um Punhado de Sal Umbanda Umuarama Unesco União UNICAMP univeral Universo Cristão Urna Eletrônica Usa UTOPIA OU REALIDADE? Vacinas Valor Valorize a Vida que Deus te deu Valter Pacheco Vaticano Velório Verdade vestibular vícios Victor Hugo vida vida cristã VIDEOS viver Você não pode agradar a Deus e o mundo Voto W. Gary Crampton Wall Street Walmart WHATSAPP WikiLeaks Yale Yasser Arafat Zika Vírus Zombaria